top of page
  • Foto do escritorColetivo Marianas

Tânia d'Arc


Tânia d'Arc

Tânia d'Arc Cleto de Azevedo é formada em Letras pela Universidade de São Paulo (USP) e pós-graduada em Mídias Digitais pela Universidade Positivo, trabalha há 7 anos com produção de conteúdo, redação e revisão de textos.

Em 2023, publicou seu primeiro livro de poesia, O que te escrevo é pedra bruta e delicada: sobre o amor e suas verdades, pela Editora Patuá.

Divulga seus textos no Instagram e é redatora do Coletivo Marianas.


 

Alguns poemas da autora


Naufrágio


vestígios de um amor

perdido, mordido,

doído, bandido,

mórbido


vestígios do que

um dia foi amor


vestígios, litígios,

sufrágio, frágil amor,

débil amor


restos do que

um dia foi amor,

paixão, tesão


um dia foi

e hoje é a sobra,

o resto, o traço,

des-troço, esboço,

do fundo do


poço


do nosso poço


por isso, não posso

me arriscar de novo

a esse nau





frágil




.




Tenho muita coisa pra dizer,

mas não há voz suficiente.


Não há ânimo, nem organização,

não há gesto, não há retórica

que baste.


Escrevo.

Talvez por isso.


Só a palavra escrita é capaz de fragmentar o infinito que a gente tem

dentro da gente


Eu:


fragmento.




.




Existência


Queria ser flor, efêmera


Mas sou como pedra.

Perduro.


 

Livros

(Patuá, 2023)

 

Coautoria

Publicar é um direito - poesia (TAUP, 2023)

 

Outras publicações

Traduções

"Ganhar a guerra ou fazer a revolução?", Oitenta anos da revolução espanhola

(Com-Arte, 2019)


Revisões

Revista BBM n°1 (Publicações BBM, BBM-USP, 2018)

Em todo canto, Josi Pereira (publicação independente, 2018)

 

Saiba mais sobre Tânia d'Arc

65 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Ciça

Comments


bottom of page