top of page
  • Foto do escritorTânia d'Arc

Ji Negrão


Ji Negrão

Janilce dos Santos Negrão (Ji Negrão) é escritora, pianista, professora e engenheira civil.






 

Alguns poemas da autora



1.

Ainda é você

Meu coelhinho branco

Aquele que disse não pra Alice

Não me amando, me desvias o olhar.

Me colocas a pensar em mim.

Então, num átimo de segundo,

Me vejo sem ti.

Um pedacinho de gente, que

Dentro de um coração apaixonado

Dança de felicidade...

Quando te ouve a voz,

Quando te olha os olhos,

Quando te sente o toque.

Ainda é você,

Meu coelhinho branco

Que foges do amor,

Que demoras na entrega,

Que corres sem parar.

Deixe esse relógio maluco e

Solta-te do medo.

Depois do tempo perdido,

Há ainda um tempo novo.

De amor e felicidade,

Entregue-se, porque no final,

Aqui dentro de mim

Ainda é você...





2.

Olhando meus escritos,

Vejo te ainda tão presente

Amo-te, não posso negar

Meu coração bate por ti.

Forte, apressado...

Parece que morro

Sinto o estômago se torcendo

Suspiro forte e descompassado

Tu sabes como é, já viste isso

É como se o ar me faltasse

Efeito da tua presença,

Hoje apenas nos meus sonhos

Visão celeste do meu amor

Contido e esmagado

Pelas saudades que tenho de ti





3.

Leio meus versos e choro.

Revivo emoções e lugares.

Me afogando em lágrimas que

Caem quentes, queimando a

Minha alma de saudades.

Tudo a rodar em minha volta,

as Paredes, o teto e as janelas.

O chão me escapa aos pés e

O mundo parece parar de girar.

Sensação de abandono pleno e

Cáustico a me torturar.

Como planetas em órbitas errantes,

A colidir em galáxias distantes,

Nós nos encontramos.

Como astros celestes,

Sol e Lua, sempre perto,

Nunca juntos.

 

Livros

A pousada do lince (Donizela, 2023)

 

Coautoria

Sangue sobre [T]ela (Donizela, 2023)

 

Saiba mais sobre Ji Negrão

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page